5 coisas que eu teria feito diferente no meu casamento 3

5coisasqueeuteriafeitodiferente

Ontem nós postamos nosso casamento aqui, mas nem tudo num casamento é perfeito. Mesmo o que saiu “perfeito” poderia ter sido melhor, só que a gente não percebe no momento. Hoje, com três anos de casada acho que tanto o João quanto eu conseguimos analisar melhor nosso casamento. Um dia desses nós estávamos conversando sobre coisas que faríamos diferente e conseguimos finalmente chegar a essa pequena lista de itens, que apesar do tamanho acho que pode conter dicas super úteis para os que ainda não casaram.

Quero deixar bem claro que amei meu casamento e daria tudo para voltar no tempo e reviver cada segundo, mas como isso não é possível João e eu estamos já no momento de planejamento da nossa renovação de votos. Claro que essa é só mais um das minha ideias loucas que não necessariamente meu querido marido ama, mas a gente vai insistindo e uma consegue né?

Sem mais delongas vamos à lista?

1 – Não abriria mão de vídeo

Como comentei no post sobre o nosso casamento (não viu? Clica aqui), eu cismei com um fornecedor específico de vídeo, mas eles não tinham a nossa data. Então eu sai em busca de outros fornecedores que pudessem ter a nossa data disponível, mas todos os trabalhos que eu via eu comparava ao trabalho dos meninos que eu amava. Para não criar uma situação de frustração nós acabamos optando por não ter vídeo já que não teríamos de quem a gente queria. Só que ai nós acabamos criando uma situação bem pior. No final ficamos sem um registro super importante do dia. Por exemplo, João entrou dançando….sim, você leu certo: DANÇANDO. E eu não vi e nem nunca verei essa cena incrível. Sabem o preço disso? Pois é, eu sei que esse é com certeza meu maior arrependimento de todos.

2 – Não fazer envelopes de tecido

Quando começamos a ver tipos de envelopes para os convites do nosso casamento eu tive a brilhante ideia de fazer envelopes de tecido. Gente, sério, eles ficaram lindos, mas só eu sei as dores que senti durante a produção de tanto cortar tecido e entretela, e costurar 100 botões. Essa foi uma das minhas maiores lições aprendidas no casamento: antes de fazer pense bem se não vale a pena comprar de alguém. Hoje, conhecendo mais fornecedores e vendo que eu poderia ter pago alguém para ter tido o trabalho que eu tive super me arrependo de ter feito. Foram 100 envelopes de tecido, todos cortados, colados e com botões costurados por mim, com uma pequena ajuda do agora marido. Ficaram lindos? Particularmente acho que sim, mas não acho que eu ter batido o pé para fazer tenha sido tão válido. Sinto dores nas mãos só de pensar nisso até hoje.

3 – Não ter tido uma assessora me acompanhando durante todos os preparativos

Bem, como vocês sabem hoje trabalho com casamentos, mas isso não era uma realidade na época do meu casamento. Eu já queria trabalhar com decoração de eventos, mas não planejava ser cerimonialista (olha como é a vida né?). E achava que com a ajuda de todos os grupos de noivas, blogs e revistas eu conseguiria me virar bem. Claro que isso não aconteceu né? Nosso orçamento que era x terminou em 2x, acabei vendo coisas fora do momento ideal, me estressei demais ao longo do processo e acabei cometendo pequenos deslizes que poderiam ter sido evitados. E olha que eu não estou falando de ter uma babá ao lado não, senti falta de alguém me guiando ao longo do processo mesmo.

4 – Não me estressar com pequenas coisas

Porque quando a mulher fica noiva parece que um monstro toma conta dela e a gente se a apega tanto as pequenas coisas? Sério, não sei porque me estressei com pequenas coisas. Acho que muito desse problema está ligado ao item 3 dessa lista. Hoje, se eu casasse de novo (ou quem sabe na renovação de votos) eu teria delegado mais e teria me desligado mais. Não estou falando que você, noiva, deve deixar tudo nas mãos de outra pessoa, mas às vezes eu me pegava irritada porque meu noivo não tinha terminado a parte dele da lista de convidados, ou porque os e-mails dos fornecedores demoravam mais de 24h. Acho que eu esquecia que existia vida fora do casamento…hehe

5 – Ter alguém realizando o serviço de RSVP

Gente, porque brasileiro não tem o sadio hábito de confirmar presença? Sério, eu realmente não consigo entender isso até hoje. Não pode ser tão difícil! Findo o momento desabafo, vamos a explicação do porque essa ser a 5ª coisa que eu teria feito diferente? Bem, achei chato ler os e-mails de confirmação de algumas pessoas pedindo convites extras, achei chato ler as confirmações de ausência, e achei mais chato ainda não ter tido a certeza se algumas pessoas que eu considerava super queridas iriam ou não ao casamento. Moral da história, preferia ter tido alguém para realizar esse momento chato de confirmações, tanto no modo passivo (recebendo e-mails e etc), quanto no modo ativo (realizando as ligações).

Ufa, ficou longo não? Mas precisava dividir isso com vocês! E vocês que já casaram, fariam algo diferente também?

Casamento Natalye e João 0556Foto: Carol Bustorff